Receba nossas dicas Fale com um consultor
4 novidades na tecnologia que você precisa conhecer
  • Planejamento e Negócio

4 novidades na tecnologia que você precisa conhecer

Bemacash Totvs
Bemacash Totvs
12/03/2019
6 min e 6 seg de leitura

O momento atual é de transformações intensas no modo de fazer negócios. A jornada digital pela qual as empresas estão passando está diretamente ligada às novidades na tecnologia, pois elas alimentam a inovação em toda a sociedade. Nesse sentido, é fundamental prestar atenção às principais tendências.

Criamos este artigo para mostrar quais são as grandes novidades que o mundo da tecnologia tem a oferecer, explicando os benefícios de investir nessas soluções e os desafios encontrados pelas empresas. Se você quer se manter atualizado, este post é para você!

Os benefícios do investimento em tecnologia

Investir em tecnologia é um dos caminhos mais produtivos para uma empresa agregar valor aos seus produtos e serviços. Vivemos em uma era de inovação acelerada, o que traz consigo uma nova dinâmica no mercado. Hoje, oferecer algo de qualidade não é o suficiente — a nova geração de consumidores quer, entre outras coisas, um atendimento personalizado e uma experiência positiva.

Nesse sentido, é preciso inovar em diversos âmbitos: na produção, na venda, no relacionamento com o cliente, na entrega, no marketing etc. O que a tecnologia oferece são formas disruptivas de lidar com cada demanda — as limitações estão basicamente relacionadas à capacidade do empreendedor de ser criativo.

Enquanto uma empresa se mantém presa a um formato tradicional, a concorrência pode alcançar um novo patamar operacional, acirrando essa disputa. Um fator relevante, nesse sentido, é a redução de custos. Com novas tecnologias, é possível fazer o mesmo com menos recursos, oferecendo um preço mais acessível ao consumidor.

Logo, é fundamental adotar a inovação tecnológica como estratégia de negócios. Isso permite não só enxugar os gastos, mas aumentar a produtividade, obter ganhos de qualidade, conquistar novos consumidores e até mesmo inaugurar um novo nicho no mercado.

Ainda assim, vale destacar a importância de estar atento aos obstáculos presentes nessa jornada.

Os principais desafios enfrentados pelos empreendedores

O primeiro grande desafio é saber por onde começar. Muitas empresas não contam com uma equipe de TI diversificada ou experiente o suficiente para desenvolver um projeto de inovação tecnológica. No entanto, o próprio mercado oferece formas de lidar com isso, seja contando com um serviço de consultoria, seja estudando casos de sucesso em cada setor.

Outro ponto que gera dificuldades para o empreendedor é a capacitação dos colaboradores. Afinal, não basta investir em uma tecnologia inovadora se os profissionais da empresa não estão aptos a lidarem com ela. Nesse sentido, é importante avaliar se a ferramenta conta com um serviço de atendimento eficiente para facilitar a implementação, ajudando os colaboradores a se familiarizarem com a nova tecnologia.

Vale ainda destacar que muitos empresários cometem o erro de pensar na inovação tecnológica como um processo de otimização individual das atividades. Na verdade, ela precisa fazer parte da cultura da empresa. O alicerce da adoção de novas tecnologias, nesse caso, deve ser a identificação das demandas do negócio, algo que só pode ser feito corretamente com o engajamento dos funcionários.

Estamos falando de conhecer a empresa, os seus processos, o que pode ser melhorado e de que forma a tecnologia pode ajudar nesse processo. Adotar uma ferramenta mais sofisticada simplesmente por ser novidade pode não trazer os resultados esperados.

O caminho mais seguro é o planejamento: entenda o mercado em que você atua, conheça as tecnologias à disposição, pesquise o que as empresas líderes do setor vêm fazendo e defina seus objetivos. Assim, será possível identificar suas prioridades e traçar indicadores para verificar se os resultados estão sendo alcançados.

As 4 grandes novidades na tecnologia

1. Business Intelligence (BI)

O BI é uma tecnologia tão ampla que pode ser aplicado nos mais variados nichos do mercado. Grosso modo, trata-se de uma ferramenta que coleta dados e faz uso inteligente deles, tornando a operação mais alinhada com os objetivos estratégicos do negócio. Isso é feito por meio de uma interface com dashboards, relatórios e gráficos que relacionam indicadores de produtividade da empresa.

No varejo, por exemplo, ela pode ser aplicada para formar um grande volume de dados (Big Data) e, depois, processá-los. O objetivo é gerar insights para embasar as decisões tomadas pelos gestores. O resultado é um aumento da eficiência operacional, pois ela deixa de depender apenas do feeling do gerente e passa a ser baseada em informações relevantes e confiáveis.

2. Realidade Virtual (VR)

O conceito de realidade virtual já foi muito além dos videogames e filmes. Hoje, é possível aplicá-la para diversas finalidades, como softwares de ensino ou de vendas. Nesse segundo caso, modelos do produto são projetados para que o cliente tenha uma experiência mais rica antes da compra, mesmo que esteja em casa.

A Realidade Aumentada (AR) também vem ganhando espaço. O conceito é parecido, mas parte da integração entre mundo virtual e real. Um bom exemplo disso são os aplicativos nos quais a pessoa vê, na tela do smartphone, como ela ficaria vestindo uma roupa.

Construtoras e empresas de arquitetura também já utilizam o sistema para simular o design de ambientes ainda na planta.

3. Tecnologias Wireless

Fios e conectores são itens cada vez menos presentes no ambiente empresarial. A tecnologia sem fio, ou wireless, vem se tornando predominante. Consequentemente, novas aplicações surgem com uma infinidade de funções.

Voltando ao exemplo do varejo, algumas lojas já oferecem pontos de acesso Wi-Fi gratuitos para seus clientes. Por meio deles, elas coletam dados relacionados ao trajeto das pessoas na loja. Então, o sistema de BI gera insights para otimizar a disposição dos produtos nas prateleiras e aumentar as vendas.

Vale destacar o papel da Internet das Coisas (IoT) nesse nicho. Com sensores e dispositivos sem fio interconectados, é possível coletar e integrar dados para potencializar ainda mais essas ações de BI.

4. Chatbots

Os Chatbots são uma espécie de robô virtual que simula uma pessoa em um diálogo. Resumidamente, eles podem ser aplicados em um chat virtual para tirar dúvidas e oferecer informações diversas a quem procura por eles. Um primeiro exemplo de aplicação seria a otimização do Help Desk da empresa.

Quando um colaborador tem problemas técnicos, ele fala primeiro com um Chatbot. Em geral, isso agiliza a solução dos problemas, reduz custos e deixa a equipe de TI livre para focar nos problemas mais complexos. Outro exemplo é o uso para atendimento ao cliente.

Com os dados de cadastro do ERP, por exemplo, é possível definir um roteiro de atendimento personalizado para cada perfil de cliente ou parceiro. Assim, suas dúvidas são sanadas com mais rapidez e a empresa ganha em qualidade de atendimento, gastando ainda menos com isso.

As possibilidades de aplicação dessas ferramentas são incalculáveis e seus benefícios, como você pôde ver, são significativos, podendo levar sua empresa a um novo patamar de eficiência. Por isso, fique atento às novidades na tecnologia e coloque-as para trabalhar a seu favor!

Se você gostou do post, inscreva-se na nossa newsletter e receba gratuitamente mais artigos sobre esse tema!

Powered by Rock Convert

Escrito por

Bemacash Totvs

Bemacash Totvs

Frente de Caixa
do Bemacash

A solução completa que
você precisa para vender
mais e organizar o seu
negócio

Saiba mais

Você pode se interessar também por