Receba nossas dicas Fale com um consultor
Quer vender mais na Black Friday? Separamos dicas incríveis para você
  • Vendas

Quer vender mais na Black Friday? Separamos dicas incríveis para você

Equipe Bemacash
Equipe Bemacash
01/10/2019
5 min e 26 seg de leitura

Em 2018, a Black Friday arrecadou mais de R$2,6 bilhões no e-commerce. De acordo com a Ebit, essa foi uma alta de 23% em comparação a 2017. Outro dado interessante é que o número de pedidos cresceu 13% e o de consumidores aumentou 9%, superando as expectativas dos varejistas brasileiros para a época.

Contudo, para ter sucesso nessa promoção relâmpago, não é possível apenas decidir repentinamente que deseja participar do evento. É preciso planejar os produtos que serão oferecidos, assim como os descontos possíveis de serem aplicados. Acompanhe o artigo e saiba como vender na Black Friday!

Importância do planejamento de vendas

Para conseguir vender bem na Black Friday, é fundamental criar um planejamento. Ele deve ser feito com base no perfil dos consumidores, nos seus interesses e nas condições de pagamento.

As informações sobre os produtos mais procurados e o valor que os clientes aceitam pagar pelas mercadorias auxiliam na criação de uma campanha bem-sucedida. Também é necessário identificar se há itens suficientes no estoque, a margem de lucro desejada e os canais de divulgação que serão utilizados pela empresa.

No dia da promoção relâmpago, os consumidores aumentam as pesquisas online e em lojas de varejo. Por isso, também é necessário preparar esses dois ambientes para a movimentação de pessoas. A equipe profissional deve estar treinada para falar adequadamente sobre os produtos e as formas de pagamento, assim como finalizar a compra com rapidez.

Quem promove as vendas no comércio eletrônico também deve se preocupar com a forma e o prazo de entrega das mercadorias. O empreendedor ainda precisa divulgar de maneira clara as condições de trocas e devoluções dos produtos.

Como vender na Black Friday

Depois de analisar o contexto geral da promoção, é hora de colocar em prática a organização das vendas!

Planejamento da campanha

Todos os departamentos da empresa precisam participar das reuniões para atuar em conjunto na programação da Black Friday. Essa é uma grande oportunidade para atrair novos consumidores para a loja, desde que a campanha seja eficiente.

Sendo assim, o planejamento envolve a definição de metas sobre a quantidade de produtos que serão vendidos, assim como o lucro esperado. Ele também aborda a definição das estratégias de divulgação da promoção em canais offline (outdoors, rádio, jornais e televisão) e online (mídias sociais). Logo, é primordial separar uma verba para utilizar nessa campanha específica e colocar toda a equipe a par da situação.

Engajamento do público

A empresa pode iniciar a divulgação de sua campanha com antecedência para criar uma expectativa no público. O Facebook e o Instagram, por exemplo, são ferramentas ideais para criar chamadas atrativas como “espere alguns dias para comprar o produto X e aproveite a promoção especial”. Também é importante enviar e-mails para a lista de contatos da newsletter com o intuito de informar os seguidores sobre a promoção.

Contudo, os valores dos produtos ou descontos oferecidos só devem ser informados na sexta-feira. Assim, o consumidor terá menos tempo para comparar preços e fará a sua compra por impulso. Essa estratégia contribui muito para o negócio vender mais na Black Friday.

Atenção: a oferta deve ser real e mostrar um preço mais acessível. Caso contrário, o cliente se sentirá enganado e pode nunca mais voltar a fazer compras com a empresa.

Treinamento da equipe

Outro fator imprescindível para o sucesso na hora de vender na Black Friday é a qualidade do atendimento da equipe. Os profissionais precisam saber explicar as funcionalidades dos produtos, falar sobre as vantagens deles, esclarecer dúvidas e orientar sobre as diferentes formas de pagamento.

Para tanto, a empresa deve realizar um treinamento antes da data promocional com o objetivo de engajar a equipe e orientar sobre os preços diferenciados. Ainda é recomendado manter profissionais conectados às redes sociais da marca e ao WhatsApp for Business. Assim, se algum consumidor entrar em contato, haverá uma pessoa para atendê-lo com agilidade.

Quem atua no comércio eletrônico precisa preparar a plataforma para receber os inúmeros pedidos. Caso a infraestrutura não seja adequada, o site corre o risco de apresentar problemas com o alto volume de acessos. Também é necessário direcionar profissionais para realizar o atendimento pelo chat da página ou adquirir uma solução de chatbot. Essa prática é fundamental para manter o cliente conectado à empresa e estimular a finalização da compra.

Planejamento do estoque

Uma empresa só pode colocar produtos à venda se tem os itens disponíveis para efetuar a entrega. Portanto, o gestor deve se preocupar com a capacidade de armazenamento disponível, assim como catalogar corretamente todos os produtos que serão comercializados na Black Friday.

Além de saber exatamente o número de mercadorias disponíveis na loja, é necessário dar baixa no item assim que o cliente efetua a compra. Caso contrário, a empresa pode perder o controle sobre o nível de estoque e vender mais do que pode entregar.

Nesse caso, o mais recomendável é contar com o apoio de um sistema de gestão que faz o monitoramento automático dos níveis de estoque. O produto comercializado já é identificado na ferramenta e retirado da contagem do armazém. Há ainda a integração total com o sistema financeiro para facilitar o controle das notas fiscais e dos valores recebidos.

Diversificação dos meios de pagamento

Se a empresa ainda não disponibiliza diferentes formas de pagamento, a Black Friday é um incentivo a mais para adequar essa situação. Muitos consumidores querem comprar, mas preferem quitar o produto por meio do cartão de crédito ou débito.

O boleto bancário também é uma excelente opção a ser oferecida, pois reduz os custos do estabelecimento e facilita a compra de quem não tem limite disponível no cartão de crédito. Essa é uma maneira de proporcionar uma boa experiência de compra, facilitar o pagamento e atrair o cliente para a loja.

Enfim, para conseguir vender na Black Friday, é necessário criar um planejamento, realizar campanhas de marketing e organizar o estoque. O bom atendimento ao cliente também pode ser um diferencial para ampliar o faturamento do negócio.

Quer saber programar melhor as finanças para esse momento? Entenda como fazer o cálculo da previsibilidade de receita

Powered by Rock Convert

Escrito por

Equipe Bemacash

Equipe Bemacash

Frente de Caixa
do Bemacash

A solução completa que
você precisa para vender
mais e organizar o seu
negócio

Saiba mais

Você pode se interessar também por